Graduação Pós-Graduação Pesquisa Extensão Biblioteca Intercâmbios Comunicação A FFLCH  
Skip to Content

Valéria Gil Condé

email: 
vgconde@usp.br
Foto: 
Resumo: 

Possui doutorado em Letras (Letras Clássicas) pela Universidade de São Paulo (2003). Atualmente é professora doutora da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Filologia Românica, com ênfase nas línguas ibero-românicas, atuando principalmente nos seguintes temas:Romania Nova, Lingüística Histórica, línguas minoritárias românicas, morfologia histórica, sociolingüística. É Diretora da Cátedra de Estudos Galegos da Universidade de São Paulo e responsável pelo protocolo de intenções entre a USP e o Consello da Cultura Galega, Galicia, Espanha.

Projeto: 

Estudos comparativos sincrônicos e diacrônicos da língua portuguesa em relação às línguas românicas

Esse projeto pretende realizar o estudo da língua portuguesa comparada às línguas românicas, sob as perspectivas sincrônica e diacrônica, considerando as variantes geográficas, cronológicas, históricas, sociais e estilísticas. Essa pesquisa tem por objetivos fornecer uma descrição contrastiva abrangente dos traços gramaticais mais relevantes entre o português, variedades européia e brasileira, e as línguas românicas, bem como estudar os fatos históricos e/ou linguísticos que permitam determinar peculiaridades encontradas apenas na língua portuguesa.

Línguas Românicas

Sob os enfoques sociais e lingüísticos o grupo pretende abordar as seguintes questões: a) Estudo do latim vulgar no qual se pretende fornecer uma descrição objetiva e abrangente dos traços gramaticais mais relevantes que ensejaram as diferentes línguas românicas. b) Observações sobre os diversos aspectos de coesão e cisão das línguas românicas no período medieval, perspectivando fatos sociais e lingüísticos. c) Ampliação do debate sobre a variação e conservação das línguas românicas contemporâneas, majoritárias e minoritárias. d) Estudo das línguas românicas em contato e os diferentes aspectos relacionados à emigração, a saber, os motivos que levam as pessoas a migrarem;a situação lingüística dos emigrantes; a função comunicativa das línguas em contato; o emprego da língua na sociedade e as interferências da língua de origem na língua de destino; a consciência lingüística dos falantes.

Áreas: 
Filologia Românica
Linha de Pesquisa: 

1. Estudos Sincrônicos e Diacrônicos do Português