Graduação Pós-Graduação Pesquisa Extensão Biblioteca Intercâmbios Comunicação A FFLCH  
Skip to Content

MARIA APARECIDA TORRES

email: 
cidatorres@terra.com.br
Foto: 
Resumo: 

Possui graduação em Letras Franco-Portuguesas pela Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas (1975), mestrado em Letras pela Universidade Federal do Paraná (1988) e doutorado em Lingüística pela Universidade Estadual de Campinas (1995). Atualmente é livre docente da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Teoria e Análise Lingüística, atuando principalmente nos seguintes temas: português brasileiro, sintaxe diacrônica,aspectos comparativos entre o português europeu e português brasileiro.

Projeto: 

História do Português Paulista Projeto Caipira

O Projeto História do Português Paulista (Projeto Caipira), financiado pela FAPESP como um projeto temático de equipe, Proc. 06/55944-0, deu início às suas atividades em 2007, inicialmente buscando uma sede, tarefa difícil dada a exigüidade do Prédio de Letras da FFLCH-USP. Graças ao apoio do Diretor da, Prof. Dr. Gabriel Cohn, foi destinada uma sala na Casa de Cultura Japonesa, localizada no campus universitário, para a sede do Projeto. Duas sucursais foram igualmente instaladas, uma na UNESP campus de São José do Rio Preto, e outra na UNICAMP Instituto de Estudos da Linguagem. A súmula do Projeto é a seguinte: O Projeto de História do Português Paulista (PHPP) é um conjunto articulado de dez subprojetos situados na área da Lingüística Histórica do Português, tendo por objetivo investigar emparelhadamente a formação da sociedade paulista e as variedades lingüísticas do Português Brasileiro, tais como testemunhadas no Estado de São Paulo e em sua capital. O termo caipira de seu subtítulo toma por antonomásia a sociedade paulista em seu todo. Os pesquisadores reunidos integram a equipe paulista do Projeto para a História do Português Brasileiro , iniciado em 1998. O projeto tem contado com o apoio de conhecidos especialistas do país e do exterior, que concordaram em atuar como consultores: Em maio de 2007 a equipe contava com 39 pesquisadores, afiliados às três universidades oficiais paulistas e à UFF. Os seguintes temas articulam o PHPP: (i) formação da comunidade lingüística de São Paulo, (ii) domínios de pesquisa da Lingüística Histórica atual, (iii) organização do Corpus Diacrônico do Português Paulista e seu tratamento empírico. 

Para a história do português brasileiro (PHPB)

O projeto que teve início em 1997/1998 reúne pesquisadores de várias universidades brasileiras em torno de 3 objetivos: a constituição de um corpus, história social e análises gramaticais dos processos de mudança gramatical na variedade brasileira da língua portuguesa, envolvendo 3 linhas teóricas: a teoria dos Princípios e Parâmetros, a teoria Funcionalista e a teoria Laboviana de Variação e Mudança. 

Áreas: 
Filologia e Língua Portuguesa
Linha de Pesquisa: 

1.Sintaxe Diacrônica 2.Teoria Gramatical