Graduação Pós-Graduação Pesquisa Extensão Biblioteca Intercâmbios Comunicação A FFLCH  
Skip to Content

DANIEL ROSSI NUNES LOPES

email: 
drnlopes@ig.com.br
Foto: 
Resumo: 

possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1998), graduação em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas (2004), mestrado e doutorado em Grego Clássico pela Universidade Estadual de Campinas (2002 e 2008, respectivamente). Atualmente é professor doutor de Língua e Literatura Grega da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Letras Clássicas, atuando principalmente nos seguintes temas: filosofia grega, oratória grega, historiografia grega, história do pensamento político grego e tradução.

Projeto: 

Filosofia Grega Clássica: Platão, Aristóteles e sua Influência na Antigüidade

: A filosofia clássica grega encontra em Platão e Aristóteles a sua expressão culminante. Ambos os filósofos partilham de teses decisivas sobre a natureza do conhecimento, do mundo e da ação: em grandes linhas, ambos sustentam uma perspectiva realista de cunho eminentemente racionalista. No entanto, Aristóteles foi um crítico feroz do platonismo, tendo concebido sua filosofia como uma alternativa ao pensamento de Platão. Assim, em muitos aspectos, no interior de um realismo racionalista, o Liceu de Aristóteles se opõe diretamente à Academia de Platão. Ambos os filósofos tiveram, na Antiguidade, uma influência extremamente marcante; parte importante do comentário antigo se divide em aristotelismo e neoplatonismo, até o momento em que o ecletismo passa a vigorar e se busca a todo custo a harmonização destas duas filosofias. O objetivo do presente projeto consiste em mapear e estudar as teses centrais em um e outro destes dois autores, segundo dois eixos principais: a metafísica e a ética, assim como busca compreender a reapropriação feita deles na Antiguidade, seja na defesa das teses clássicas (como, em boa medida, buscava fazer Alexandre de Afrodísia com o aristotelismo), seja na reorientação das lições principais (como é o caso por excelência de Plotino, que concebe sua filosofia como fundamentalmente imbuída de platonismo), seja no confronto e na rejeição das teses que marcaram o momento clássico do Mundo Antigo (como ocorre, por exemplo, em Filopono).

Pensamento Ético-Político Grego dos sécs. V e IV a.C.

Este projeto temático tem como intuito investigar as formas de reflexão sobre a natureza ético-política do homem nos diversos gêneros de escrita dos sécs. V e IV, em especial a sátira política na comédia de Aristófanes, o pensamento ético-político em Tucídides, os sofistas , a filosofia moral e política de Platão e de Aristóteles, e o modelo de educação de Isócrates. O escopo primeiro do projeto é buscar delimitar os tópicos do pensamento ético-político que perpassam os diversos gêneros de escrita, ressaltando as diferenças e similitudes na sua abordagem, para assim compreender o desenvolvimento do pensamento filosófico no âmbito da ação humana.

Áreas: 
Língua e Literatura Grega
Linha de Pesquisa: 

1. Pensamento Ético-Político Grego dos sécs. V 2. Os Diálogos de Platão