Graduação Pós-Graduação Pesquisa Extensão Biblioteca Intercâmbios Comunicação A FFLCH  
Skip to Content

MONICA MUNIZ DE SOUZA SIMAS

email: 
monicasimas@usp.br
Foto: 
Resumo: 

Monica Simas é professora de Literatura Portuguesa na Universidade de São Paulo (USP) e colaboradora do Centro de Estudos Comparatistas da Universidade de Lisboa (Portugal). Fez a sua Graduação, Mestrado e Doutorado na PUC-Rio, universidade em que lecionou até 2003. Atualmente, no Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas (DLCV) da FFLCH - USP, coordena dois projetos de Pós-Graduação; um em grupo de pesquisa internacional - "Macau na escrita. Escritas de Macau", um segundo individualmente "Literatura Portuguesa e o Contemporâneo: paisagens, vazios e afetos." Da sua produção bibliográfica, destacam-se a tese de doutorado, que foi re-escrita e publicada, em 2007, com o título Margens do Destino: Macau e a literatura em língua portuguesa, pela editora YENDIS; inúmeros capítulos de livro sobre a literatura diaspórica, entre eles "Identidade e memória no espaço literário de língua portuguesa em Macau", no livro Oriente, engenho e arte, org. por Hélder Garmes, além de publicações sobre a poesia portuguesa contemporânea. Em 2008, recebeu o prêmio "Talentos 2007", do Ministério de Negócios Estrangeiros de Portugal, pelo ensino, divulgação e crítica das literaturas lusófonas.

Projeto: 

Macau na escrita. Escritas de Macau

Reunindo estudos literários relacionados a Macau, este projeto desenvolve relações existentes entre migrações, (re)configuração dos espaços e de identidades. Caracterizada por Christina Miu Bing Cheng (1999) como uma Janus cultural, a região de Macau é herdeira de um legado cultural matricialmente duplo, permeada de contatos dialógicos que se revelam nas construções simbólicas e de sentido do fenômeno literário. Ele está vinculado a um projeto internacional "Orientalismos", coordenado pela professora Ana Paula Laborinho da Universidade de Lisboa e do qual fazem parte pesquisadores de Portugal, Macau, França, Inglaterra e Brasil. Por sua vez, este projeto agrega atualmente os seguintes subprojetos: "Poetas de Macau", em que se pretende estudar as obras de Alberto Estima de Oliveira, de Fernanda Dias, de Yao Jingming e de Kit Kellen; "Crônicas de Macau", com incidência sobre as obras de Carlos Morais José e ... Luís Gonzaga Gomes; "Ocidente/oriente", em que o binômio será examinado à luz de obras artísticas em interface com a literatura na busca de um entendimento sobre o fenômeno da (pós)modernidade, e, por fim "Espaços da cidade na obra de Henrique de Senna Fernandes", uma construção de repertório para a memória da cidade.

Literatura Portuguesa e o Contemporâneo: paisagens, vazios e afetos

Esse projeto tem como objetivo principal estudar o fenômeno literário em relação à contemporaneidade a partir de sua abrangente constituição conceitual. O mapeamento da discussão acerca da contemporaneidade será feito através de três vetores principais: paisagens, vazios e afetos. As paisagens envolvem territorializações e desterritorializações do fenômeno literário, constituição dos espaços e dos sujeitos nos espaços, abrangendo autores, obras e crítica. Os vazios correspondem a incorpóreos, silêncios, invisibilidades e virtualidades em suas tensões opostas: sons, imagens, matéria e corpo. Os afetos dizem respeito a relevantes relações de complementaridade das constituições identitárias e (re)articulações dos desejos. Através desses três vetores buscar-se-á ler a produção textual de língua portuguesa a partir da década 80 do século XX.

Áreas: 
Literatura Portuguesa
Linha de Pesquisa: 

1. Cânones e Margens 2. Tradição e Ruptura 3. Textos, contextos e intertextos 4. Poéticas de Expressão Portuguesa